Visite Paranaense Humor e Noticias

BI CAMPEÃO

BI CAMPEÃO
COPA PMPR
script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">

Colaborador

Colaborador
Vereador - Elias Rodovanski

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO
FONE: 3036-1881 OU 9967-7134

Publicidade

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY
30354986

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Uma cena inusitada chamou a atenção de quem mora em Cascavel, no oeste do Paraná, entre a noite de quarta (27) e manhã desta quinta-feira (28).
Amigos e familiares do mecânico João Ferrari, que morreu nesta quarta, decidiram atender ao último pedido dele - de ser velado em meio a uma festa regada a chope e música sertaneja.
Ferrari tinha 70 anos e tinha se recuperado de uma pneumonia recentemente. Segundo o filho Edson Ferrari, o pai morreu após sofrer uma parada cardíaca.


"Ele sempre foi o maior incentivador de ter um churrasco para reunir a família e os amigos. E ele comentava muito com a minha família que o dia em que morresse não queria tristeza e sim alegria, e que brindassem em nome dele pela vida plena, pela alegria e pelo legado que ele deixou", contou o filho.


Edson disse ainda que foi muito difícil para a família atender ao pedido por conta de tabus e da própria religião católica. "Mas nós atendemos ao pedido dele e oferecemos um copo de chope para as pessoas que estavam presentes e levantamos um brinde com uma música sertaneja que ele gostava. Foi um momento para se despedir dele em alegria, que era o que ele queria".



"Eu acho que ele tá pulando que nem pipoca lá em cima por ter os amigos reunidos em volta da forma que ele sempre gostou. Eu acho que nós temos que mudar os conceitos nossos e temos que guardar o que há de melhor de uma pessoa quando ela se vai em vez de chorar", disse um dos amigos que estava presente no velório Luiz Carlos Cezaroto.

O gari Rodrigo Carlos da Silva disse que respeita a atitude dos familiares, mas que jamais tomaria uma bebiba em uma situação semelhante. "Eu achei muito diferente e estranho", argumentou.

O corpo de João Ferrari foi velado na capela da prefeitura da cidade e sepultado por volta das 10h30 desta quinta-feira (28) no Cemitério Cristo Redentor.
fonte G1


Notícias de Guarapuava e Região. Contato: Email: guarapuavanonoticias@gmail.com guarapuavanonoticias@gmail.com