Visite Paranaense Humor e Noticias

BI CAMPEÃO

BI CAMPEÃO
COPA PMPR
script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">

Colaborador

Colaborador
Vereador - Elias Rodovanski

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO
FONE: 3036-1881 OU 9967-7134

Publicidade

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY
30354986

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017



Da RedeSul Guarapuava - Amado por uns e odiado por outros, o Horário de Verão entra na reta final nesta edição. A partir da zero hora do dia 19 de fevereiro, parte dos brasileiros deve atrasar os relógios em uma hora. Implantado em 10 estados, e no Distrito Federal, o horário vigora desde outubro de 2016.
De acordo com o assessor comercial da Energisa, Reinaldo Juliani, a economia é comprovada. “Como escurece mais tarde, as luzes, principalmente da iluminação pública, se acendem mais tarde, e as pessoas utilizam em chuveiro em horário diferenciado”.
De acordo com o Ministério de Minas e Energia, a redução média é de 4,5% na demanda de energia nos horários de pico, com uma previsão de que a mudança nos horários nesses territórios represente um ganho de R$ 147,5 milhões. Essa cálculo é feito com base no valor que deixa de ser gasto com a ativação de usinas térmicas e de outras operações para garantir o fornecimento de energia. Na temporada 2015/2016, a economia foi de R$ 162 milhões.


Notícias de Guarapuava e Região. Contato: Email: guarapuavanonoticias@gmail.com guarapuavanonoticias@gmail.com