Visite Paranaense Humor e Noticias

BI CAMPEÃO

BI CAMPEÃO
COPA PMPR
script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">

Colaborador

Colaborador
Vereador - Elias Rodovanski

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO
FONE: 3036-1881 OU 9967-7134

Publicidade

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY
30354986

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017



“Eu acordei e o ônibus já estava virando, capotando. Não sei o que aconteceu. Ele vinha muito rápido na estrada, o povo falava muito que ele estava correndo bastante”, relata o motoboy Fernando Ribeiro.
Ele é um dos sobreviventes do acidente com um ônibus que matou sete pessoas e deixou dezenas de feridos em Campo Mourão, na região centro-oeste do Paraná, na madrugada desta terça-feira (3).
O ônibus saiu da pista no entroncamento da BR-158 com a PR-317. O veículo partiu de Foz do Iguaçu, no oeste do estado, em direção a Maringá, na região norte, onde deveria chegar por volta das 5h. Segundo a empresa "Expresso Maringá", proprietária do ônibus, havia 42 pessoas no veículo.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o disco do tacógrafo, retirado do ônibus juntamente com um perito da Polícia Civil, indica que o ônibus estava entre 100 e 110 km/h. O limite de velocidade para o local é de 40 km/h. De qualquer forma, a causa do acidente só poderá ser determinada após realização de perícia pela Polícia Científica.
“Pode ter sido realmente uma falha humana. Essa é uma alça de acesso, de retorno. É uma curva bastante fechada. O ônibus teria que entrar aqui com uma velocidade de, vamos dizer, 40 km/h. Provavelmente, ele estava a mais que isso e não conseguiu fazer a curva”, diz Jafar Sater, da PRF.
O motorista do ônibus sobreviveu e foi levado para o hospital. Ele fez o teste do bafômetro, que não apontou consumo de álcool.
Fonte:G1


Notícias de Guarapuava e Região. Contato: Email: guarapuavanonoticias@gmail.com guarapuavanonoticias@gmail.com