Visite Paranaense Humor e Noticias

BI CAMPEÃO

BI CAMPEÃO
COPA PMPR
script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">

Colaborador

Colaborador
Vereador - Elias Rodovanski

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO
FONE: 3036-1881 OU 9967-7134

Publicidade

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY
30354986

segunda-feira, 7 de novembro de 2016



Parecia um domingo comum na casa da família Pasquali. Pai, mãe, filho, nora e neto estavam juntos na casa em que moravam, no bairro Aventureiro, em Joinville, preparando um churrasco para o almoço. Mas a manhã acabou com uma tragédia que chocou a cidade. Roberto Pasquali, de 24 anos, se matou com um corte de faca no pescoço. Mas, antes, matou o filho, Júlio César Pasquali, de três anos; a mulher, Aline Grasiela Dilkin, 25 anos; e o pai Nereu César Pasquali.

Ele também atacou a própria mãe, Cleci Aparecida Melle Pasquali, de 50 anos, que foi socorrida e levada para o Hospital Municipal São José. Ela passou por uma cirurgia durante a tarde de domingo, mas acabou morrendo na madrugada desta segunda-feira.
Roberto matou a mulher e o filho, que faria quatro anos no dia cinco de dezembro, na cozinha da casa. Segundo o Instituto Médico legal (IML), a criança apresentava um corte profundo no pescoço e levou um tiro na cabeça. A mãe também foi esfaqueada no pescoço e baleada.
Após matar os dois dentro de casa, ele foi até a garagem e encontrou o pai já de joelhos. Esfaqueou e deu um tiro na cabeça do pai. Depois, esfaqueou a mãe. Voltou até perto da porta da cozinha e se matou com golpes de faca no peito e um corte profundo no pescoço.
Roberto e a família vieram do Paraná há pouco mais de três meses. Eles moravam em Santa Izabel do Oeste, cidade de 13 mil habitantes, e estavam recomeçando a vida em Joinville após perderem a empresa que tinham no Paraná.
Segundo Odair, o casal estava junto há sete anos. Sua família é de Planalto, cidade vizinha a de Santa Izabel do Oeste, de onde é a família de Roberto. Aline era a mais nova de quatro irmãos, e Odair falava com ela constantemente pela internet. Ele afirma que eles estavam felizes em Joinville, e que o casal era muito tranquilo.

Fonte:BandaB


Notícias de Guarapuava e Região. Contato: Email: guarapuavanonoticias@gmail.com guarapuavanonoticias@gmail.com