Visite Paranaense Humor e Noticias

BI CAMPEÃO

BI CAMPEÃO
COPA PMPR
script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">

Colaborador

Colaborador
Vereador - Elias Rodovanski

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO
FONE: 3036-1881 OU 9967-7134

Publicidade

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY
30354986

segunda-feira, 14 de novembro de 2016



A Secretaria estadual da Saúde lança o Novembro Azul, campanha mundial que tem o objetivo de combater o câncer de próstata, o segundo tipo mais incidente em homens no mundo, atrás apenas do câncer de pulmão. No Brasil, ele é o câncer de maior incidência no sexo masculino. São, em média, 61 mil novos casos por ano no país. No Paraná, são estimados 5.260 casos para 2016. 
“A única forma de aumentar a possibilidade de cura é o diagnóstico precoce da doença. Por isso, aproveitamos o mês de novembro para incentivar os homens a procurar uma Unidade de Saúde”, ressalta o coordenador do Programa Estadual de Saúde do Homem, Rubens Bendlin. 
Ele explica que, caso essa consulta resulte em um diagnóstico que confirme as suspeitas clínicas, o paciente será encaminhado para a realização dos exames de toque retal e PSA (Antígeno Prostático Específico). É importante lembrar que o SUS oferece esse serviço gratuitamente durante o ano todo. 
VISITA ANUAL - Bendlin também lembra que homens com mais de 50 anos devem fazer uma visita anual ao médico. Se apresentarem fatores de risco, como histórico familiar de câncer de próstata, obesidade, alimentação inadequada, tabagismo, uso abusivo de álcool ou sedentarismo, essas consultas devem ocorrer a partir dos 45 anos. 
“No início, dificilmente existem sintomas. Quando os sinais começam a aparecer, a doença já está em fase avançada, dificultando a cura”, diz o coordenador. Na fase avançada, a doença pode ocasionar jato fraco de urina, vontade frequente e dor para urinar, sangue na urina ou no sêmen, e dor óssea. 
No Paraná, em 2015, foram registrados 932 óbitos pela doença. Neste ano, já são 668 mortes contabilizadas. Para se prevenir, além das consultas periódicas, recomenda-se ter uma alimentação saudável, praticar atividades físicas e manter um bom estado psicológico. 

Fonte:G+Noticias


Notícias de Guarapuava e Região. Contato: Email: guarapuavanonoticias@gmail.com guarapuavanonoticias@gmail.com