Visite Paranaense Humor e Noticias

BI CAMPEÃO

BI CAMPEÃO
COPA PMPR
script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">

Colaborador

Colaborador
Vereador - Elias Rodovanski

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO
FONE: 3036-1881 OU 9967-7134

Publicidade

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY
30354986

quarta-feira, 23 de novembro de 2016



Guarapuava - As investigações sobre o homicídio de Vanderlei Junior Bertolin apontaram que a morte dele foi encomendada de dentro da cadeia na 14ªSDP.  
Hoje (23) está sendo julgado o suspeito de ser o mandante do crime, Arleu Lopes da Luz. Na época do crime, que ocorreu em 15 de junho de 2015, Arleu estava preso e teria ordenado que os irmãos Juvenal Lopes da Luz e Juve Lopes da Luz matassem o rapaz de 29 anos. O motivo seria por vingança. No meio policial, os irmãos são conhecidos como "Os Bugrinhos".
Em seu depoimento na manhã de hoje, Arleu negou os fatos. Porém, as investigações apontam que ele seria o mandante. Arleu tem extensa ficha criminal.
O júri está sendo conduzido pela juíza Helênika Valente de Souza Pinto. Claudio Cortesia é o promotor de acusação e o advogado de defesa é Rogério Julio Cavanha.
Estão sendo julgados os irmãos Arleu Lopes da Luz, Juvenal Lopes da Luz e Juve Lopes da Luz. O quarto acusado da morte de Junior Bertolin, morreu após o homicídio.
Até o momento, o pai e o irmão da vítima prestaram depoimento. Eles reafirmaram que o homicídio foi motivado por vingança, uma vez que os irmãos foram acusados de assalto na laminadora da família e ficaram presos pelo crime. Já o principal suspeito, Arleu Lopes, negou a autoria.
Na parte da tarde de hoje, defesa e acusação farão suas explanações. A sentença deve sair ainda hoje,

Fonte:RedeSul


Notícias de Guarapuava e Região. Contato: Email: guarapuavanonoticias@gmail.com guarapuavanonoticias@gmail.com