Visite Paranaense Humor e Noticias

BI CAMPEÃO

BI CAMPEÃO
COPA PMPR
script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">

Colaborador

Colaborador
Vereador - Elias Rodovanski

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO
FONE: 3036-1881 OU 9967-7134

Publicidade

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY
30354986

segunda-feira, 28 de novembro de 2016



Guarapuava – O Município de Guarapuava está entre os maiores desmatadores de araucárias do Paraná. Os dados constam na divulgação de um relatório da Operação Mata Viva do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), que tem ações de fiscalização durante todo o ano de 2016. Em Guarapuava, o desmatamento ocorre, principalmente, na área de preservação ambiental da Serra da Esperança.
Os desmatamentos na Serra da Esperança foram localizados através de cruzamento das imagens de satélite do local entre o ano passado e este ano. No levantamento, apareceram os "clarões" na Serra, que chegam a 60 hectares.
O Ibama descobriu que essa área foi desmatada há alguns meses. Em outubro, os agentes fiscalizaram nessa área e viram que ainda tinha curso d'água, mesmo com o desmatamento das árvores. Agora, um mês depois da fiscalização, o rio secou completamente.
No local, os agentes encontraram um barraco. Os agentes contam que ele é muito comum nas área de desmatamento da Amazônia. É um acampamento pra guardar combustíveis, motosserras, suprimentos, feito por desmatadores profissionais, responsáveis pela redução significativa das florestas em estágio avançado de araucária.
Segundo o Ministério do Meio Ambiente, pelo menos 40% de todo o território era composto por esse tipo de floresta. Hoje, essa área foi reduzida pra 0,8%.
Para os responsáveis pelos desmatamentos, o prejuízo é financeiro: além do embargo aplicado pelo Ibama sobre as terras, a justiça pode determinar multas que variam de R$ 500 a R$ 10 mil por hectare e a apreensão das ferramentas usadas para a infração, como tratores.

Fonte:RedeSul


Notícias de Guarapuava e Região. Contato: Email: guarapuavanonoticias@gmail.com guarapuavanonoticias@gmail.com