Visite Paranaense Humor e Noticias

BI CAMPEÃO

BI CAMPEÃO
COPA PMPR
script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">

Colaborador

Colaborador
Vereador - Elias Rodovanski

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO
FONE: 3036-1881 OU 9967-7134

Publicidade

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY
30354986

quinta-feira, 13 de outubro de 2016



Guarapuava  - Sobe para  quatro o número de escolas ocupadas por alunos, em Guarapuava. Depois do Tupy Pinheiro, Mahatma Gandhi e Carneiro Martins, na manhã desta quinta (13), estudantes do Manoel Ribas tomaram conta do colégio. De acordo com a vice presidente do Grêmio Estudantil, Flavia de Fátima Castro  a ocupação foi decidida em assembleia que também aprovou a pauta de reivindicações. Os alunos se unem  contra a Medida Provisória (MP) 746, que prevê alterações no ensino médio brasileiro. Entre outras mudanças,  está prevista a transformação da jornada diária de quatro horas para sete horas e a flexibilização da escolha das disciplinas. Caso isso ocorra, as alterações seriam realizadas gradualmente, a partir do fim da discussão do currículo comum das escolas, prevista para acabar em 2018 ou 2019. A mobilização também está centrada num maior debate sobre a reforma no Paraná. “Queremos ser ouvidos e sabemos o que estamos fazendo. O governo propõe reformas, mas o Estado não tem suporte, as escolas não tem estrutura. Não queremos que as decisões aconteçam mais de cima para baixo”.
Logo após a ocupação do Manoel Ribas, os alunos se dividiram em equipes. Um grupo cuida da cozinha, outro da limpeza, e assim por diante. Para que tudo saia em ordem, eles contam com o auxílio de mães e da Defensoria Pública de Guarapuava. “Estamos orientando  os estudantes e fazendo a ponte com o Governo”, disse a defensora pública Ana Caroline Teixeira. Eliane Bueno é mãe de aluno e disse estar orgulhosa da atitude do filho e demais estudantes. “ Mostra que nossos alunos estão politizados, sabem o que acontece  e reagem quando se sentem prejudicados”.
Pais, professores e outros simpatizantes da causa também organizam grupos nas redes sociais e aulões para que os estudantes não tenham prejuízo didático para o Enem.
SEMINÁRIOS
A Secretaria de Estado da Educação promoverá a partir desta quinta  (13) seminários em todo o Paraná para debater as mudanças propostas pelo governo federal para o ensino médio. Serão feitas discussões simultâneas nas 32 regionais da Educação do Estado, com a participação de toda a comunidade – pais, estudantes, grêmios estudantis, professores, diretores, pedagogos e técnicos da pasta.

Fonte:RedeSul


Notícias de Guarapuava e Região. Contato: Email: guarapuavanonoticias@gmail.com guarapuavanonoticias@gmail.com