Visite Paranaense Humor e Noticias

BI CAMPEÃO

BI CAMPEÃO
COPA PMPR
script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">

Colaborador

Colaborador
Vereador - Elias Rodovanski

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO
FONE: 3036-1881 OU 9967-7134

Publicidade

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY
30354986

sexta-feira, 14 de outubro de 2016



Guarapuava - Começa à zero hora do dia 16 de outubro, na madrugada de sábado (15) para domingo (16), mais uma edição do Horário Brasileiro de Verão. Até 19 de fevereiro de 2017, moradores de estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste têm que adiantar os relógios em uma hora.
Para o Ministério de Minas e Energia (MME), o horário de verão representa uma redução da demanda, em média, de 4,5% nas regiões onde foi aplicada a medida. A Energisa, que atende o município de Guarapuava, no Paraná, estima para esta edição do horário de verão uma economia de 401.400 kWh, que equivalem a aproximadamente 0,40% do consumo total da empresa. Essa economia no consumo é suficiente para atender, durante um mês, a 2.650 residências ou todo o consumo de uma cidade com aproximadamente 8 mil habitantes.
Com o horário de verão é possível reduzir a demanda por energia no período de fornecimento mais crítico do dia, entre às 18h e às 21h, quando a utilização de energia elétrica por toda a população provoca um pico de consumo. No horário de verão as pessoas mudam seus hábitos e aproveitam mais a luz natural, pois o dia demora a escurecer. Assim há um alívio no uso das redes de transmissão de energia no horário de pico.
Segundo o Operador Nacional do Sistema (ONS), os principais benefícios da adoção do horário de verão estão relacionados à redução do consumo de energia elétrica pela população, devido ao melhor aproveitamento da luz natural; redução de geração proveniente das usinas termelétricas (que tem um custo mais alto de geração); aumento da confiabilidade do sistema elétrico, uma vez que o carregamento das redes de distribuição acaba não ficando concentrado no mesmo horário, além de ser possível atender ao natural aumento de carga do período de verão de uma maneira mais equilibrada. Assim, é possível para as distribuidoras, transmissoras e geradoras de energia realizar os investimentos necessários para um bom atendimento de forma gradual.
DICAS PARA ECONOMIZAR
Segundo especialistas, a mudança de hábito é muito importante quando o assunto é economia de energia. Com o aumento da temperatura a população usa com mais frequência equipamentos, como ventilador e ar condicionado, que acabam aumentando o consumo e refletindo na conta de luz. Mas afinal, é possível economizar energia durante as estações mais quentes do ano?
Mesmo com todo o calor, o consumidor pode e deve contribuir para evitar o desperdício de energia. “O uso diário de ventiladores e aparelhos de ar condicionado é necessário, mas em dias com temperaturas amenas prefira ligar o ventilador. O aparelho de ar condicionado consome mais energia”, exemplifica o engenheiro eletricista e gerente de Serviços Comerciais da Energisa, Luiz Moreto Vicentin Junior.
Além disso, Moreto complementa com outras dicas. “É preciso manter o filtro do ar condicionado sempre limpo. Se for usá-lo mantenha as portas e janelas do ambiente fechadas. Fique atento também aos aparelhos ligados em ‘stand by’, que é aquela luz que fica permanentemente acesa nos equipamentos. Desligue estes equipamentos da tomada. Sempre que deixar um ambiente desligue a luz e faça uso da luz natural abrindo bem janelas e cortinas”.
Segundo o engenheiro eletricista, a geladeira corresponde em média a 30% do consumo total de uma casa. “Antes de abrir a geladeira pense no que precisa, ou seja, diminua o tempo que a porta ficará aberta. A geladeira também deve ficar longe de locais quentes, próximo de janelas e do fogão. Instale-a no local mais arejado da cozinha ou da copa. Não seque roupas atrás da geladeira e não guarde alimentos quentes. Faça sempre o degelo”.
O chuveiro deve estar na posição “verão” ou “desligado”. Evite banhos demorados e feche a torneira para se ensaboar. Outras dicas que evitam o desperdício são desligar o monitor do computador e programar a proteção de tela quando o equipamento não estiver sendo usado.
Com relação ao televisor é importante não deixar o aparelho ligado sem ninguém assistindo, assim como outros eletroeletrônicos que devem ser retirados da tomada.
A tonalidade da pintura da casa também pode ajudar na economia, escolha cores claras e frias, que aumentam a luminosidade dos ambientes diminuindo a necessidade de lâmpadas acesas durante o dia. Uma dica importante sobre a lâmpada é substituir lâmpadas incandescentes pela fluorescente compacta ou por lâmpadas de led, que são muito mais eficientes, ou seja, são econômicas e duram mais.
“São dicas simples que todos nós podemos colocar em prática em nosso dia a dia, como juntar o máximo de roupas e lavar de uma única vez, otimizando o uso da máquina de lavar; o mesmo vale para passar roupas. Quanto menos aparelhos ligados à tomada menos consumo de energia. Devemos usar o necessário ao nosso bem estar e, claro, à comodidade que a energia nos oferece”, conclui Moreto.

Fonte:RedeSul


Notícias de Guarapuava e Região. Contato: Email: guarapuavanonoticias@gmail.com guarapuavanonoticias@gmail.com