Visite Paranaense Humor e Noticias

BI CAMPEÃO

BI CAMPEÃO
COPA PMPR
script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">

Colaborador

Colaborador
Vereador - Elias Rodovanski

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO
FONE: 3036-1881 OU 9967-7134

Publicidade

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY
30354986

terça-feira, 5 de julho de 2016



Viabilizar uma alternativa ao pleito majoritário marcado para o dia 02 de outubro. Esse é o planejamento do PTdoB/Guarapuava, que intensifica as articulações nos bastidores para formalizar chapa até o período das convenções. As informações foram repassadas pelo presidente da legenda, Luciano Gago, que anunciou sua pré-candidatura a prefeito.
Além disso, ele revelou que conversas estão avançadas com dois partidos, visando à formalização de chapa na proporcional, bem como corrida ao Paço Municipal. “Não quero antecipar, até para não cair no risco de amanhã ser desmentido. Ambos pequenos, como o nosso, mas que possibilitaria um tempo maior de propaganda eleitoral. Inclusive, a possível coligação estará comprometida com essa mensagem de um novo modelo político”, reforçou, lembrando que o partido deverá lançar até quatro nomes, como pré-candidatos a vereador.
O empresário assumiu o comando do Partido Trabalhista do Brasil em março, após conversas com o presidente da Executiva Estadual, Danilo D Avila. Segundo Gago, a orientação é para que os Diretórios e Provisórias deem visibilidade ao partido, não necessariamente sendo uma candidatura própria.
“Na minha visão, o pleito é o melhor caminho para alcançar o objetivo e nos comprometemos a assumir o papel de protagonismo no processo. Em razão desse curto espaço de tempo, nós não conseguimos complementar filiações que pudessem viabilizar uma chapa pura de vereadores, nossa primeira opção. Portanto, começamos a conversas com outras legendas”, contou Luciano.
TRANSIÇÃO
Por quase 20 anos, a liderança esteve no grupo carlista. Exerceu a função de presidente Partido Progressista (PP) entre 2012/14, momento em que optou pela saída. Inclusive, um dos motivos foi determinante ao lançamento dessa alternativa.
ELEIÇÕES
O pleito municipal terá mudanças, como a diminuição no tempo da campanha – 90 para 45 dias; com eleição marcada para 02 de outubro. Este novo cenário traz dois eixos distintos, segundo Gago. “Legislação tem a intenção de diminuir a distância, principalmente referente ao fator econômico. Ao limitar a doação de campanha apenas para pessoas físicas, pretende-se baratear os custos de campanha e inibir o abuso. Entretanto, sabemos que as práticas espúrias serão ainda executadas, em menor grau. Até porque o Ministério Público tem tido uma atuação exemplar e temos esperança que essa fiscalização seja muito severa. Esse viés nós aplaudimos”.
Por outro lado, a avaliação é de que o encurtamento beneficiará as figuras com maior trajetória política. “Ressalto que sou favorável a esta alteração, apesar do ônus. Nós que propusemos essa alternativa vamos encontrar uma barreira, mas entendemos que a nova legislação é muito boa. Obviamente, que ainda pode ser aprimorada, encontrando mecanismos para inibir essas ações paralelas, como caixa 2 e compra de votos”.
Vale lembrar que o momento de oficialização de candidaturas ocorrerá nas convenções partidárias, marcadas para 20 de julho a 05 de agosto.
Fonte:CorreiodoCidadão


Notícias de Guarapuava e Região. Contato: Email: guarapuavanonoticias@gmail.com guarapuavanonoticias@gmail.com