Visite Paranaense Humor e Noticias

BI CAMPEÃO

BI CAMPEÃO
COPA PMPR
script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">

Colaborador

Colaborador
Vereador - Elias Rodovanski

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO
FONE: 3036-1881 OU 9967-7134

Publicidade

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY
30354986

quinta-feira, 7 de julho de 2016



Guarapuava – O novo Boletim da Gripe, divulgado no final da tarde dessa quarta feira (06) aponta que cinco pessoas morreram vítimas da gripe H1N1 na área de abrangência da 5ª Regional da Saúde. No boletim da semana anterior, havia o registro de três mortes (Pitanga, Laranjeiras do Sul e Nova Laranjeiras). Os nomes dos municípios com as duas mortes nessa semana não foram divulgados.
USO RÁPIDO DE TAMIFLU
Representantes da Secretaria estadual da Saúde e do Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR) se reuniram na última semana para discutir assuntos referentes ao cenário da Influenza no Estado. Durante a reunião, foi destacada a importância do uso precoce do medicamento Oseltamivir, também conhecido pelo nome comercial Tamiflu, para o tratamento da gripe.

“O Conselho Regional de Medicina do Paraná, preocupado com o aumento no número de casos de Influenza, se uniu à Secretaria estadual para fazer um alerta aos médicos e demais profissionais da saúde sobre o diagnóstico e a prescrição rápida do medicamento”, diz o presidente do CRM-PR, Luiz Ernesto Pujol.

“O medicamento deve ser receitado logo após o diagnóstico clínico da Influenza, mesmo sem o resultado dos exames laboratoriais”, ressalta a chefe do Centro estadual de Epidemiologia, Júlia Cordellini. Segundo ela, uma receita simples do médico já permite acesso ao medicamento gratuitamente na rede pública de saúde.

Para enfatizar essas informações, o CRM-PR e a Secretaria da Saúde organizaram a gravação de um vídeo que será disponibilizado online a partir desta semana no site das instituições. O material servirá como um reforço para as informações contidas em notas técnicas, protocolos e boletins da gripe divulgados pela Secretaria.

As gravações salientam aos médicos paranaenses a necessidade estar atento aos sinais de quadros de síndromes gripais e a utilização do antiviral nas primeiras 48 horas após o início dos sintomas. “Desse modo, será reduzida a possibilidade de agravos que levam a Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG) e demandam internamento”, diz Júlia.

Devido ao período com temperaturas mais baixas no sul do país e a frequência maior de vírus respiratórios, Júlia também destaca a importância dos médicos orientarem seus pacientes sobre a necessidade da prevenção por meio da higiene pessoal e do arejamento dos ambientes.

NÚMEROS NO PARANÁ
Dados da Secretaria de Estado da Saúde mostram que o número de casos de SRAG por Influenza no Paraná chegou a 914 nesta quarta feira (6). Desde o início do ano já foram confirmadas 168 mortes pela doença, distribuídas em 20 Regionais de Saúde do Estado.

A maior parte das confirmações refere-se ao vírus H1N1. “De acordo com os resultados dos exames laboratoriais, esse é o vírus que está em maior circulação atualmente no Paraná. Até agora, são 850 casos de SRAG e 152 óbitos relacionados ao H1N1”, fala a chefe do Centro estadual de Epidemiologia.

Veja a distribuição de mortes pela doença de acordo com as Regionais de Saúde:
1ª Regional de Saúde – Paranaguá: 4 mortes
2ª – Metropolitana de Curitiba: 35
3ª – Ponta Grossa: 12
4ª – Irati: 6
5ª – Guarapuava: 5
6ª – União da Vitória: 1
7ª – Pato Branco: 3
8ª – Francisco Beltrão: 11
9ª – Foz do Iguaçu: 23
10ª – Cascavel: 10
11ª – Campo Mourão: 7
12ª – Umuarama: 3
14ª – Paranavaí: 2
15ª – Maringá: 14
16ª – Apucarana: 7
17ª – Londrina: 11
18ª – Cornélio Procópio: 4
19ª – Jacarezinho: 3
20ª – Toledo: 6
22ª – Ivaiporã: 1

Fonte:RedeSul


Notícias de Guarapuava e Região. Contato: Email: guarapuavanonoticias@gmail.com guarapuavanonoticias@gmail.com