Visite Paranaense Humor e Noticias

BI CAMPEÃO

BI CAMPEÃO
COPA PMPR
script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">

Colaborador

Colaborador
Vereador - Elias Rodovanski

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO
FONE: 3036-1881 OU 9967-7134

Publicidade

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY
30354986

segunda-feira, 11 de julho de 2016



O Governo do Paraná prorrogou por quase dois meses os contratos de 120 funcionários temporários do Instituto Médico-Legal (IML) do Paraná. O prazo foi concedido para que se conclua novo processo seletivo para a contratação de temporários sem que o atendimento do IML seja prejudicado, segundo despacho publicado em Diário Oficial.

“Considerando que o serviço público prestado pelo IML tem natureza contínua e essencial e sua interrupção pode comprometer gravemente tanto a segurança pública, pela paralisação das investigações policiais e dos processos judiciais, quanto à saúde pública, na medida em que poderão se acumular nas unidades do IML, em hospitais e demais locais os cadáveres a serem submetidos à perícia médico-legal”, diz trecho da autorização.
Os atuais contratos agora valem até o dia 31 de agosto de 2016. No mesmo despacho, o governador Beto Richa (PSDB) determinou que seja dada prioridade na tramitação do processo para contratar os novos temporários.
O documento ainda determina que seja apurada a responsabilidade de quem não tomou as medidas necessárias para efetivar a contratações dos novos temporários dentro do período de um ano que havia sido concedido anteriormente.
O IML de Curitiba tem realizado os exames de corpo de delito dos presos da Operação Lava Jato desde março e 2014, quando começaram as ser deflagradas as primeiras fases da ação que investiga crimes de corrupção na Petrobras.
Fonte:G1Paraná


Notícias de Guarapuava e Região. Contato: Email: guarapuavanonoticias@gmail.com guarapuavanonoticias@gmail.com