Visite Paranaense Humor e Noticias

BI CAMPEÃO

BI CAMPEÃO
COPA PMPR
script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">

Colaborador

Colaborador
Vereador - Elias Rodovanski

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO
FONE: 3036-1881 OU 9967-7134

Publicidade

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY
30354986

terça-feira, 5 de julho de 2016



Um dos bandidos que assaltou o filho do ex-governador Orlando Pessuti, em julho de 2007, foi preso de novo. Luiz Eduardo Santos, de 30 anos, estava foragido havia quatro anos e foi recapturado no bairro Santa Cândida, em Curitiba, na manhã do último sábado (2). Ele é suspeito de um roubo cometido na sexta-feira (1), contra um supermercado de Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba.
De acordo com a Polícia Civil, o bandido invadiu o estabelecimento junto com outras duas pessoas. O trio, que estava armado, rendeu e amarrou os funcionários. "Eles levaram aproximadamente R$ 15 mil em mercadorias, dois carros e pertences como anéis, correntes e relógios das vítimas", disse o delegado operacional Emanuel Davi, da Delegacia de Furtos e Roubos.
Um dos veículos roubados foi localizado com o suspeito, que vai ser encaminhado de volta ao Sistema Prisional em Piraquara, também na RMC. Na casa onde ele estava as equipes encontraram vários objetos que haviam sido levados do supermercado. Os outros bandidos que participaram do assalto ainda são procurados.
Além de Santos, um homem de 23 anos identificado apenas como Mike, e uma mulher, de 42, chamada Izabel - mãe e filho - foram presos por receptação. Eles podem responder ao processo em liberdade se pagarem fiança.
Em diligências, a Polícia Civil conseguiu recuperar R$ 7 mil em mercadorias roubadas em uma casa de Colombo.

Criminoso reincidente

Luiz Eduardo Santos foi acusado do roubo contra Bruno Pessuti, filho do ex-governador do Paraná Orlando Pessuti. O assalto foi em julho de 2007, no bairro Ahú, em Curitiba.
O crime foi registrado no interior de um caixa eletrônico do Banco Bradesco e durou uma hora e meia. Bruno Pessuti, na época com 22 anos, foi ao local para fazer dois depósitos, mas acabou rendido e levado por três jovens em seu carro, um Honda Fit, preto.
Os bandidos levaram R$ 300 dois celulares, o som do carro e o tênis de Bruno. O assalto terminou no bairro Rio Verde, em Colombo, onde Bruno foi colocado no porta-malas do veículo, sem ferimentos.
"É um criminoso extremamente perigoso e violento, acusado de vários crimes, que agora volta ao regime fechado para terminar de cumprir a pena" concluiu o delegado.
Fonte:ParanáOnline


Notícias de Guarapuava e Região. Contato: Email: guarapuavanonoticias@gmail.com guarapuavanonoticias@gmail.com