Visite Paranaense Humor e Noticias

BI CAMPEÃO

BI CAMPEÃO
COPA PMPR
script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">

Colaborador

Colaborador
Vereador - Elias Rodovanski

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO
FONE: 3036-1881 OU 9967-7134

Publicidade

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY
30354986

sexta-feira, 8 de julho de 2016



Os vereadores de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, aprovaram na noite desta quinta-feira (7) a abertura de uma Comissão Processante (CP) contra o prefeito Reni Pereira (PSB). O placar da votação foi de dez a cinco.

Também foi votado o pedido de afastamento cautelar de Pereira; no entanto, o número de votos (nove favoráveis e seis contrários) não foi suficiente, já que eram necessários dois terços da Câmara (dez votos).
A denúncia contra o chefe do Executivo foi apresentada na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Operação Pecúlio, que investiga suspeitas de envolvimento do prefeito em crimes de corrupção.
O advogado de Reni Pereira, Egídio Arguello, informou, por telefone, que o prefeito achou "natural" a instauração da CP e também a reprovação do afastamento dele do cargo.
Prefeito chefiou corrupção, diz PF
A Polícia Federal (PF) considera que o prefeito de Foz do Iguaçu chefiou o esquema de desvio de dinheiro em obras públicas no município.
Conforme as investigações, o grupo formado por servidores, agentes políticos e empresários fraudava licitações para o asfaltamento de ruas e contratos na área da saúde - tudo com recursos do governo federal. Seis investigados permanecem presos no município.
O prefeito teve a prisão temporária pedida pela PF, mas negada pela Justiça. No documento em que a prisão dele é solicitada, a polícia pede que Reni Pereira seja afastado do cargo e proibido de entrar na prefeitura para não atrapalhar as investigações.
Fonte:G1Paraná


Notícias de Guarapuava e Região. Contato: Email: guarapuavanonoticias@gmail.com guarapuavanonoticias@gmail.com