Visite Paranaense Humor e Noticias

BI CAMPEÃO

BI CAMPEÃO
COPA PMPR
script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">

Colaborador

Colaborador
Vereador - Elias Rodovanski

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO

STUDIO SOUL - ÁUDIO E VIDEO
FONE: 3036-1881 OU 9967-7134

Publicidade

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY

MARINA BOESE SUSHI DELIVERY
30354986

quarta-feira, 6 de julho de 2016



Guarapuava -  Dois homicídios, três casas e um carro incendiados e oito presos,  este é o número  de crimes  ligados à morte de  Marcos Roberto da Rocha de 31 anos, ocorrido no dia 1º de maio deste ano no loteamento Adão Kaminski, bairro Morro Alto, em Guarapuava.

  Seguindo essa sequência de crimes, um novo homicidio foi cometido na segunda feira, por volta das 23h30, em São José dos Pinhais, tendo como vítima Antonio Celso Massaneiro Rosa. Quatro envolvidos foram presos nesta quarta feira (06), pela Polícia Civil de Guarapuava. Segundo a polícia, esse assassinato é uma vingança à morte de Marcos. Agora sobre para oito  o número de pessoas presas nessa rede de vingança. Mãe e filho, além de Lucas Tadeu Cardoso de Paula, 18 anos,  Rafael Batista Santos, 19 anos, já estão presos.
  De acordo com a polícia, a prisão de mais quatro homens na noite dessa terça, foi possível após denúncias anônimas. A Polícia Civil de Guarapuava em ação conjunta com a Polícia Rodoviária Federal  (PRF), que fica na BR 277 no posto do Guará, conseguiu chegar até os autores do crime, na noite dessa terça feira (05), por volta das 23h40,  durante  abordagem de um veículo/Astra de cor prata, referenciado na denúncia anônima. 
  Com os suspeitos a polícia encontrou a arma usada no crime e identificou dois dos autores: Manoel Antonio Lorencetti e Liziel José Lorenço, que eram fugitivos da cadeia de Guarapuava, desde o dia 20 de junho. Foram presos também Juliano da Rocha e Marcio Pereira Moraes.
  De acordo o delegado chefe da 14ª SDP, Rubens Miranda, o processo será encaminhando para a Polícia Civil de São José do Pinhais, para a apuração da morte de Antônio Celso Massaneiro. Ainda segundo o delegado, os autores do crime podem ser transferidos para São José do Pinhais, conforme decisão judicial. 
  A polícia, porém, ainda não conseguiu elucidar a causa do começco dessa onda de violência.

Fonte:RedeSul


Notícias de Guarapuava e Região. Contato: Email: guarapuavanonoticias@gmail.com guarapuavanonoticias@gmail.com